fbpx

Canvas – Recursos Chave - Hora de Empreender

Canvas – Recursos Chave
Compartilhe esse conteúdo!

Vejamos como o CANVAS trata do assunto Recursos Chave. O lado esquerdo do Canvas trata de questões mais operacionais do negocio, sendo que o bloco “Recursos Chave” trata especificamente do que é preciso para fazer o negócio funcionar, para atender o cliente. Deve-se atentar que em alguns aspectos pode-se haver confusão para distinguir do bloco de Canais, por exemplo, um serviço de atendimento telefônico é um canal, e os equipamentos que compõem a infraestrutura são os recursos chave.

Para preencher adequadamente esse bloco é sugerível responder as seguintes questões:

  • Quais são os recursos chaves que será necessário adquirir de terceiros?
  • Quem serão nossos principais parceiros?
  • Quais serão nossos principais fornecedores?
  • Como será a distribuição de atividades que os parceiros irão realizar?

Estes recursos podem ser:

  • Intelectuais: Pessoas com nível de especialização superior em determinadas áreas, tais como: engenheiro, designers, programadores, analistas financeiros, etc.;
  • Físicos: equipamentos, mobílias, imóveis e automóveis;
  • Humanos: Funcionários sem a necessidade de um elevado nível de especialização para ações mais operacionais;
  • Recursos Financeiros: empréstimos, investidores anjo, capital próprio, familiares e venda antecipada.

A escolha dos parceiros e fornecedores devem priorizar a otimização do modelo de negócio adotado, reduzindo o tempo, os custos, os riscos e permitir focar nos recursos de maior impacto. Os tipos de parcerias podem ser:

  • Parcerias com os concorrentes: para aumentar o poder de negociação comprando em grandes quantidades;
  • Parcerias complementares: que visam suprir uma carência de capacidade estrutural ou intelectual da sua empresa, portanto serão parcerias feitas com não concorrentes, como por exemplos empresas focadas produção que trabalha com empresas de logística;
  • Parcerias com fornecedores e compradores: utilizando a negociação e trabalho conjunto, como por exemplo, empresas que vendem o produto de seus fornecedores direto para os seus clientes, fazendo com que o produto parta diretamente do estoque do seu fornecedor para o seu cliente, reduzindo os custos com armazenagem e frete;

Duas observações importantes são: primeiro evite depender apenas de um fornecedor para produtos ou serviços, embora a alta demanda em um mesmo fornecedor lhe permita fazer melhores negociações, é arriscado manter apenas um fornecedor, pois caso ele tenha algum problema, isso irá impactar diretamente em seus resultados. Segundo, no caso dos parceiros, como o laço de relação será ainda mais estreito, crie um plano de contingencia, para o caso de haver algum problema os impactos negativos poderão ser controlados.

Muitas vezes os recursos acabam se tornando sócios ou a empresa já surge com esse formato, onde pessoas com capacidades distintas se unem para um propósito em comum. Empreendedores individuais tendem a querem suportar o máximo de atividades possível para evitar a dependência de terceiros a fim de reduzir os custos. No entanto, isso pode muitas vezes fazer com que a qualidade e o tempo sejam prejudicados.


Compartilhe esse conteúdo!

hashtags do post

Olá! Deixe seu comentário!

Conte-nos o que você achou desse conteúdo?

+ Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

+ Populares

Veja os conteúdos mais populares do Hora de Empreender.