fbpx

Procrastinação – Causa e efeito! - Hora de Empreender

Procrastinação – Causa e efeito!
Compartilhe esse conteúdo!

A procrastinação é o ato adiar ou retardar alguma ação, geralmente sem que haja um motivo autentico para isso. Para uma analogia bem modesta como demonstração, pense naquela mudança de hábitos alimentares com o objetivo de perder peso ou simplesmente ter uma vida mais saudável, a famosa promessa de na segunda-feira eu começo, e que de fato nunca acontece ou quando ocorre é devido forças além da auto iniciativa como problemas de saúde, por exemplo.

A ação de procrastinar além da saúde, atinge as áreas como educação, relacionamentos e a vida profissional, podendo gerar problemas irreversíveis, pois, consome uma grande quantidade de algo que é irrecuperável, “TEMPO”. Adiar os planos de maneira consciente e planejada é aceitável e indicada para diversas situações, mas em muitas áreas de nossas vidas grandes oportunidades podem ser perdidas, seja uma oportunidade de negocio, desenvolver uma nova habilidade ou se especializar, passar o tempo com a família ou estar construindo uma nova família com aquela pessoa em especial.

Existem diversas biografias que mencionam as causas da procrastinação, as mais comumente citadas são a insegurança e a definição de prioridades incorretas.  Definir prioridades envolve compreender que cada ação gera um resultado, independente de ser bom ou ruim, se omitir de fazer algo ou adiar também é uma ação com os seus resultados.

Pense nas seguintes situações: O que seria mais importante, ficar navegando na internet despropositadamente ou trabalhar no plano de negócios de uma possível futura empresa, ou ainda, ficar assistindo um filme, assistindo novelas ou fazer aquele curso on-line que a pessoa até já está matriculada e curiosamente sempre diz que não tem tempo para fazer. Em ambos os casos e em muitos outros exemplos que poderiam ser citados, a procrastinação faz com que a pessoa sempre escolha a opção mais cômoda e que gera menos desconforto.

Os efeitos e impactos são até mesmo catastróficos, podendo afetar não somente a vida do “procrastinador”, mas também das pessoas a sua volta. A pessoal que age dessa maneira deixa de viver experiências, retardam a própria curva de aprendizado e como resultado tem a grande tendência de ficar se lamentando por não ter agido antes.

O pior caso de procrastinação é daquelas pessoas que percebem o que estão fazendo (ou deixando de fazer), sabem que essa ação não é saudável e ainda assim prefere buscar justificativas para continuar nesse ciclo de procrastinar, reclamar que nada muda e continuar procrastinando.


Compartilhe esse conteúdo!

hashtags do post

Olá! Deixe seu comentário!

Conte-nos o que você achou desse conteúdo?

+ Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

+ Populares

Veja os conteúdos mais populares do Hora de Empreender.