fbpx

Será que é possível ganhar muito dinheiro sem sair de casa? - Hora de Empreender

Será que é possível ganhar muito dinheiro sem sair de casa?
Compartilhe esse conteúdo!

Existem diversos anúncios que circulam pela internet sobre ganhar dinheiro em casa. Alguns dizem ser possível gerar grandes volumes de renda trabalhando 2 horas por dia, em qualquer lugar do mundo, tendo uma liberdade de dar inveja a qualquer pessoa. Mas será que é verdade?

Para muitas pessoas que assim veem esse tipo de anuncio, o “balelometro” é ativado imediatamente, e não é por menos, quando a proposta é exageradamente boa, qualquer um desconfia. Mas sejamos sinceros, em muitos de nós bateu aquela curiosidade de saber mais a respeito e clicou link para saber se realmente tratava-se de mais um picareta querendo fazer uma grana fácil nas custas da nossa vontade de ter uma vida menos dura ou se realmente era possível aquilo que o anuncio prometia.

Sei disso, pois eu mesmo já verifiquei muitos desses links de anúncios e fiquei tentado a comprar o que eles ofereciam, afim de “pagar pra ver” – literalmente. O fato é que entre esses picaretas que fazem propostas absurdamente tentadoras, existem muitos profissionais que possuem propostas mais sérias e mais realistas, com resultados mais modestos, apenas como um adicional nos rendimentos e outros que até dizem ser possível ter uma vida mais confortável, mas deixando claro que depende muito mais do empenho do novo empreendedor digital, do que do produto propriamente dito.

O Empreendedorismo Digital é uma pratica que começou fora do Brasil a muitos anos atrás, mas só recentemente que começou a ganhar força no país. Nesse formato de empreendedorismo, o produto está em “bits”, em forma de um e-book que é vendido on-line e/ou acesso a plataformas de cursos em vídeo dos mais variados seguimentos, como: aula de desenho, de programação, técnicas de venda, culinária, oratória, guitarrista e uma infinidade de outras opções.

Basicamente há duas formas de gerar renda, sendo como produtor e como afiliado desse produtos. No primeiro caso, se dá por pessoas que possuem algum tipo de habilidade elevada que não precisa ser necessariamente desenvolvida academicamente, que cria o conteúdo que agrega verdadeiro valor a quem o recebe, seja em material de leitura ou em vídeos e os entrega ou permite o acesso. Mas pra quem não tem esse skill de habilidades, pode ajudar como afiliado dessas pessoas (os produtores) a venderem seus produtos e ser retribuídos com comissões que geralmente são muito mais generosas que as comissões pagas por programas de afiliados de e-commerce de produtos físicos, como das grandes Magazines.

É daí que surge as promessas de renda fácil, mas não é tão fácil assim, como muitos prometem. É necessário um conjunto de habilidades e alguma disposição de tempo para se desenvolver e para desenvolver as campanhas de vendas de maneira eficientes. Quanto mais tempo e disposição se tem, maior é a chance de sucesso e de ter retornos maiores. E como estamos em constante ascensão na era da informação onde todos possuem acesso aos mais variados tipos de conteúdos gratuitos espalhados pela internet, muitos optam por aprender por esse caminho, porém a maioria, ao seguir por esse caminho, enfretam um  grande problema, pois nem sempre aqueles que se dispõem a ceder seus conhecimentos gratuitamente, o fazem com a qualidade e compromisso necessário, apresentando informações incompletas e desatualizadas.

Só para deixar bem claro, isso não é regra! Existe muito conteúdo de qualidade distribuído na internet gratuitamente! O problema é achar esse conteúdo de qualidade, sem antes ter perdido muito tempo com vários outros conteúdos ineficazes, descomprometidos e de baixa qualidade.

É devido a isso que o empreendedorismo digital veem crescendo com tanta força! Especialistas comprometidos compartilham conhecimento a um custo que na maioria das vezes é bem abaixo do que realmente vale. Mas como diferenciar um picareta querendo vender um produto/curso ruim de um bom profissional comprometido?

Existem várias formas, e eu particularmente utilizo basicamente quatro passos de separar o joio do trigo, que são:

Primeiro passo

É verificar por qual plataforma ele está vendendo seu conteúdo (gerenciamento de pagamentos), clico em comprar, se o site me direcionar para uma plataforma de pagamento próprio, já fico com a pulga atrás da orelha, pois pode ser que eu tenha problemas com a garantia de entrega do produto oferecido, mas se ao clicar em comprar, eu for direcionado para grandes plataformas que gerenciam essas vendas e protegem seus consumidores como a Hotmart, ai nesse caso eu fecho a janela, não seguindo com a compra (nesse momento) e passo para o próximo passo;

Segundo passo

Verificar se aquele produtor, já disponibiliza um grande acervo de materiais gratuitos, geralmente em vídeo no Youtube ou por um site ou blog próprio, se sim eu consumo esses materiais disponibilizados gratuitamente, afim de saber a qualidade do seu conhecimento, confirmando assim se ele realmente é autoridade no assunto no qual ele se predispõem a tratar;

Terceiro passo

Buscar provas sociais, ou seja, buscar saber se o produtor já possui uma quantidade de clientes satisfeitos com o seu conteúdo. Geralmente no próprio site ou canal do Youtube tem alguma seção de depoimentos de alunos satisfeitos. Partindo do principio que aquele depoimento é legitimo, eu passo para o próximo passo;

Último passo

Verificar em sites de reclamações como o reclame aqui, se há reclamações no qual o consumidor saiu prejudicado na transação. Esse passo é menos relevante devido a plataforma de gerenciamento de pagamento no qual o produtor utiliza para realizar suas vendas, que já garante que, se o consumidor não estiver satisfeito com o produto adquirido, pode solicitar o reembolso integral do investimento, dentro de um determinado prazo pre-definido. É raro chegar a esse ponto, mas se chegar, a dica é não buscar o reembolso com o produtor do conteúdo mas sim com a empresa que fez a gestão do pagamento, normalmente a Hotmart!

Se você ficou interessado em fazer parte desse mundo de afiliados, e assim gerar uma renda extra ou viver integralmente disso se tornando um afiliado também, existem diversas pessoas que já percorreram esse caminho e estão gerando resultados sólidos, que também estão atuando como produtores ensinando a outras pessoas a percorrem esse caminho de maneira muito mais segura e eficaz. Uma delas é a Karyne Otto do blog Viver Melhor Agora, que passou por alguns perrengues pelo caminho, com vários percalços, mas que depois de um tempo aprendendo com os próprios erros e administrando sua ansiedade inicial sem ter resultados ou ter retornos pouco significativos, conseguiu contornar as dificuldades gerando resultados que vem aumentando a cada dia!

Karyne Otto ajuda os aspirantes a empreendedorismo digital, por meio de dois cursos, um deles é o Viver de Youtube (link de afiliado), onde ela ensina como criar e editar vídeos, como superar a inibição perante a câmera, técnicas de posicionamento e aumento de seguidores de forma orgânica, ou seja, gratuita por meio de técnicas SEO e muitas outras coisas que ela explica detalhadamente na pagina de venda do curso. Ela oferece também o curso que leva o mesmo nome de seu blog Viver Melhor Agora (link de afiliado), onde ela ensina o passo a passo de como se tornar um empreendedor digital, traçando metas, criando o blog, criando lista de e-mail, construindo a sua fan page e muito mais.

VIVA MELHOR AGORA!

A vantagem desse tipo de curso como os da Karyne Otto, é que são cursos voltados para pessoas que tem pouco ou nenhum conhecimento sobre empreendedorismo digital, que precisa adquirir uma boa visão e ajuda para iniciar suas atividades ou impulsionar os que já estão a algum tempo tentando sem gerar qualquer resultado.

Espero que esse artigo tenha esclarecido um pouco mais sobre essas promessas de dinheiro fácil e seja qual for o produtor escolhido para lhe ajudar nessa empreitada do empreendedorismo digital, lembre-se de validar a confiabilidade conforme descrito nesse artigo!


Compartilhe esse conteúdo!

hashtags do post

Olá! Deixe seu comentário!

Conte-nos o que você achou desse conteúdo?

+ Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

+ Populares

Veja os conteúdos mais populares do Hora de Empreender.